quinta-feira, 14 de junho de 2012

Reconhecendo desastres.

Sabe qual a melhor forma de prever um desastre?
Quando você percebe que tudo está indo bem demais.

É sério isso. Sempre que algo é bom demais, pode ter certeza que mais cedo ou mais tarde algo vai acontecer e acabar com toda sua alegria. Me perdoem, mas tenho que ser clichê por um momento, porque a vida meu caro, a vida é uma caixinha de surpresas. E surpresas nem sempre são boas, certo?
Mas o que fazer quando a vida resolver que você não merece aquela paz?
Enfrente, oras. Encontre um refúgio. Pode ser seu quarto, sua geladeira, seus chocolates, suas garrafas com diferentes proporções e porcentagens alcoólicas (escolha a mais forte), suas músicas preferidas que por algum motivo você vai optar pelas depressivas só pra atenuar o momento.
Ok, mas o que você faz agora?
Se concentre em nada e saia de si por um momento - longo de preferência -. Espere o tempo passar e finja que tudo vai se acertar sem que você se esforce. Eu sei que não vai, mas e daí? Não é hora pra se preocupar com isso, certo?
Por último mas não menos importante: Chore. Sim, não tenha vergonha. Chore muito. É bom.
Repita isso quantas vezes for necessário e você verá que vai ser a melhor hora do dia.
É revigorante fugir dos problemas.

Mas um lembrete: NADA vai se resolver sem que você mova um dedo. Uma hora você terá que se reerguer, deixar de lado esse mundo incrível que se forma quando se foge do real e agir.

E agora? Boa sorte!

- Hoje eu só quero que o dia termine bem...
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário